2010/12/29 – Conhecendo a Isla de Chiloe


Olá pessoal, primeiramente quero agradecer a todos que tem comentado em meu blog, familia, amigos e todo o pessoal de Franca, hoje saiu uma matéria sobre minha viagem no jornal. Muito obrigado a todos e desculpe caso nao tenha respondido o seu comentário, mas para conseguir ficar 1 hora na internet para postar o relato do dia já é difícil.

Bom, hoje o dia foi dedicado a chegar no início da Ruta 5 Panamericana. Eu já sabia que ela comecava na Ilha de Chiloe, exatamente na cidade de Quellón, porem nao era intencao minha ir até la, ¨nao era¨.

Assim que acordei hoje no camping foi me servido um bom café da manha com direito a bolachinhas em diversos formatos feitas na hora.

Comi tudo e segui para o Sul de Puert Montt, iria andar 50 km até chegar ao Cana de Chacao, e de lá partiria rumo ao norte. Ok, chegando la, achei que ia ter algo como um monumento ou pelo menos uma placa, ¨Aqui inicia a Panamericana¨, mas nao tinha nada. Entao fiquei meio chateado e tirei uma foto da balsa e parti rumo ao Norte, mas depois de alguns metros andado, parei e vi que se eu partisse daquele ponto, nao estaria andando de ponta a ponta a Ruta 5. Entao voltei, peguei a balsa e parti rumo a Ilha de Chiloé.

Enquanto estava atravessando veio algumas pessoas perguntar de onde era, pra onde ia, e etc. E nisso veio um senhor e perguntou se eu ia conhecer a ¨Pinguineira¨. Falei que nao, que ia até Quellón somente e voltar, entao ele disse para ir nessa Pinguineira que era no meio do caminho, e eu fui.

Chegando la era uma praia e tinha uns barcos que levava os turistas até umas ilhas ali próximo onde poderia ver diversos tipos de pinguins, patos e gaivotas. Peguei um desses barcos e fui até la para ver isso né, afinal nunca tinha vistos pinguins em seu habitat.

Foi muito legal, durou 40 minutos o passeio e eu meu barco tinha 4 espanhois, 1 alemao e 3 brasileiros. O guiador do barco ia falando sobre os pinguins, e tudo mais. Valeu a pena.

Voltei a estrada e parti rumo ao sul da ilha, nesse momento estava andando por estradas de Rípio e a paisagem era linda, de um lado o oceano pacífico, e do outro lado, bem la no horizonte, as cordilheiras, imponentes com seus diversos picos nevados.

Passei entao por Castro, até chegar em Quellón, e fui direto ao ponto inicial da Ruta, porém chegando lá, mas uma decepcao, nao havia nada, exatamente nada, somente uma indústria de mariscos e algumas casinhas de madeira, a estrada era de rípio e nao havia nem ser quer uma placa. Puta que pariu, eu hávia andado 200 km fora do planejado a espera de uma simples placa, e nao tinha encontrado nada.

Virei a moto para o norte, parei no meio da estrada, dei 2 aceleradas a 3000 giros, tirei o pé chao e parti, sabendo que tinha a minha frente 3000 km para atravessar todo o Chile.

Já era bem tarde, umas 19:00 quando o suporte do meu GPS quebrou e eu tive que ir com ele dentro da pouchete. Dei uma acelerada a mais, pois queria pelo menos atravessar a balsa novamente e procurar algum camping em Osorno, estava longe ainda, e a previsao era de chegar umas 23:00.

Peguei a balsa para o continente, e já era umas 22:00, o céu a minha frente estava escuro, porém atrás de mim sempre ficava uma cor como quando acaba de anoitecer, e isso foi ficando até as 23:00, quando cheguei á Frutillar.

Estava muito frio, e mesmo estando com 3 calcas, 1 blusa e 2 jaquetas, luva de snowbord, diversas meias e coturno impermeável, nada era suficiente para deter o frio de 7 graus que era trazido pelos ventos sobrados do Sul.

Entao parei nessa pequena cidade para procurar camping, porém estava muito cansado, e com muito frio, ia ser complicado armar a barraca hoje, resolvi parar antes em uma pequena lanchonete para comer. La perguntei se havia cabañas por ali, e eles me indicaram um lugar ali perto mesmo.

A filha da dona da lanchonete estava ali também, notei que ela estava grávida. Na verdade, nao tinha como nao notar, estava de 8 meses e meio. Porem tinha uma cara de crianca, e tive que perguntar quantos anos tinha. Ela me disse 16, e eu falei se era normal ela estar grávida naquela idade. A mae dela disse que sim, e falou que aqui todas as ¨meninas¨ ficam grávidas nessa idade.

Fui até a cabañas e estava fechada, porém um pouco mais á frente encontrei uma que hávia uma luz acessa, lá dentro tinha uma roda de senhores e senhoras jogando baralho. Um deles veio até mim, e disse que tinha vaga, resolvi ficar por ali mesmo.

Anúncios

Sobre Moderador

Aventureiro, desbravador, em cima de uma moto, uma bicicleta, ou mesmo a pé, o céu é o limite.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para 2010/12/29 – Conhecendo a Isla de Chiloe

  1. Bataglião disse:

    PC, muito loko cara…
    Vc vai relatando e eu vou acompanhando no GoogleEarth
    Vai passar o ano novo em Santiago?
    Abraços e boa sorte

    • Moderador disse:

      Beleza, muito loko mesmo ir acompanhando, entao cara, cheguei em Pucon ontem, aqui é muito da hora, tem vulcao, lago, e parece que vai ter fogos aqui, acho que vou ficar por aqui mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s